Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Ter | 15.08.17

Os meus colegas querem extorquir-me dinheiro

Purpurina
      Bom… estamos a tentar extorquir dinheiro uns aos outros, de uma forma mais ou menos consentida. :D E isto tudo para ver se nos tornamos pessoas mais positivas e otimistas. Mas a coisa só lá vai à força ou seja, mexendo na nossa carteirita. No que é que este povo (no qual eu sou uma feliz incluída) pensou? Em fazer uma aposta, em dinheiro, já se sabe, que consiste no seguinte: Vamos policiar-nos uns aos outros durante um mês e anotar numa tabela, sempre que alguém (...)
Sab | 05.08.17

10 coisas que adoro no verão (sim, também eu)

Purpurina
  1- O sol, o calor, a luminosidades dos dias. 2- O facto do dia durar muito mais tempo. 3- As roupas leves e frescas e os chinelos nos pés. Adoro a simplicidade de sair de casa com um vestido e umas sandálias. 4- As cores bonitas com que todos ficamos na praia. Nem estou a falar de um bronzeado espetacular (que nunca consigo ter) mas parece que na praia a pele fica mais luminosa e os olhos mais claros e brilhantes. Sou só eu que vejo isto? 5- A praia, os banhos de mar, o cheiro de (...)
Qua | 02.08.17

Dos nossos fins de semana e tardes de verão

Purpurina
Os dias têm sido calmos, ou tentamos que sejam. Durante a semana há mais regras, há mais corridas, mais coisas para fazer. Mesmo assim, aproveitámos o bom tempo depois do trabalho para ir até à beira da praia, beber uma sangria e comemorar o sol de fim de tarde. A Lara brincou na areia e os pais descansaram um bocadinho, entre um copo de sangria e uma fatia de pão de alho. Ao fim de semana é aproveitar o bom tempo para ir à praia, fazer um churrasco, levar as miúdas a parques (...)
Ter | 25.07.17

A minha experiência com o DIU Mirena

Purpurina
  Depois da Maria nascer, o meu ginecologista falou-me no Mirena, um dispositivo intra-uterino hormonal com a duração de 5 anos, que teria as mesmas vantagens contracetivas da pílula, sem o inconveniente de ter que tomar um comprimido todos os dias e com o uso de uma quantidade muito menor de substâncias para o corpo. Foi-me dito que quase de certeza ficaria sem menstruar, o que muito me agradou, e que não teria cólicas menstruais.   Confesso que, para além de ter conversado (...)
Sex | 21.07.17

Então Carla, agora que acabaste o curso, já sabes nadar ou quê?

Purpurina
    A resposta não é curta, nem simples. Por isso, vou falar de vários aspetos deste curso e do que correu bem e menos bem. O curso Aspetos a melhorar O curso tem demasiadas pessoas para o espaço disponível. Julgo que éramos 10 ou 12 e a piscina estava dividida em 3 partes: uma onde estavam a decorrer aulas de natação com crianças, outra com zonas individuais onde estavam as pessoas do nosso curso que já sabiam nadar, e outra onde estava eu e as outras pessoas que, (...)
Ter | 18.07.17

24 horas do meu dia

Purpurina
Das 00h00 às 6h00 Se tudo correr bem... estou a dormir.   Das 6h00 às 8h00 Pelas 6h00 acorda a Maria e, meio estremunhada, acordo também.Vestimos e alimentamos as miúdas, tomamos banho e vestimo-nos e comemos (quando conseguimos).Se a Maria estiver bem disposta e antes da Lara acordar (o que acontece pelas 7h00) ainda consigo fazer papas de aveia, fazer uma sopa, ou estender roupa.8h00  Saímos de casa para levar as miúdas à creche e vamos trabalhar. 18h00  Vamos buscar as (...)
Ter | 11.07.17

Coisas que só me acontecem a mim #3

Purpurina
Estou a fazer um curso intensivo de natação. Esse curso ocorre 4 vezes por semana sendo que em dois dias começa às 18h00 e noutros dois às 18h45. Para conseguir ir às aulas faço autênticas maratonas, a pé e de minibus, e fico cansadíssima. Ontem fui a correr para a aula, como sempre. Cheguei pelas 18h38 à piscina e já lá estava toda a gente… Estranhei mas entrei na mesma. Foi quando me apercebi que a aula não estava a começar… estava a terminar. Fiquei tão aflita, (...)
Qua | 05.07.17

Ando sempre de mochila

Purpurina
  Já não me lembro quando é que comecei a trocar as malas de senhora por mochilas.Foi há uns anos, menos do que os que tem a mochila que uso, uma Eastpack preta que me foi oferecida por alguém que já a tinha há alguns anos. A mochila tem certamente mais de 10 anos!Gosto muito dela e, apesar de ter comprado outras (mais femininas e mais bonitas), é desta que eu gosto e é com ela que me sinto completamente confortável.Desde que decidi usar mochila que não a largo nunca, só em (...)
Ter | 20.06.17

Tenho vivido numa grande ilusão

Purpurina
Sou uma pessoa cheia de teorias e de respostas, essencialmente no que concerne aos problemas dos outros.   Quando é comigo é tudo muito intenso e emocional. O meu poder de raciocínio fica completamente toldado e tenho comportamentos completamente opostos àquilo que acredito ser o melhor.   Sou totalmente a favor de uma vida mais calma, sem stresses nem grandes ambições materiais. Tenho uma casa pequena, com poucas coisas, uso apenas 1/3 do roupeiro com as minhas coisas, não (...)
Dom | 11.06.17

O Caderno das Ideias

Purpurina
  Preciso de me organizar. Muito.   Neste momento da minha vida, em que tenho o tempo todo ocupado, parece que a minha cabeça tem vida própria e arranjo sempre mais coisas para fazer. Nunca me lembro de me sentir tão produtiva e tão motivada para fazer coisas.   Não dá para fazer tudo, óbvio. Mas dá para fazer alguma coisa e, para que alguma coisa seja feita preciso de definir prioridades e organizar-me. Preciso urgentemente de me organizar.   Para isso vou proceder a várias (...)
Dom | 28.05.17

As diferenças entre viver numa cidade pequena e viver numa cidade grande

Purpurina
Vivi em Lisboa cerca de seis anos e estou em Ponta Delgada há sete.   Sempre gostei de Lisboa e adorei cada segundo em que lá vivi. Gostava da agitação, da sensação boa de estar sozinha no meio de muitas pessoas (estar sozinha e não sentir-me sozinha), de passear sozinha, ir ao cinema quando me apetecia e ver o que me apetecia, de sair em grupos grandes, de jantar em grupos grandes, de apanhar o metro depois do trabalho para ir ao bairro alto e depois ao Lux, das noites enormes, (...)
Seg | 22.05.17

O nosso pequeno almoço de fim de semana

Purpurina
Cá em casa quem faz panquecas como deve de ser é o Milton.   De modo que, ao fim de semana (pode ser no sábado ou no domingo), o pequeno almoço é composto por pnquecas com tudo a que temos direito, que é como quem diz: com o que quer que tenhamos em casa e que sirva para por nas panquecas.   O fim de semana passado não foi exceção: panquecas com ovo, bacon frito (apesar de quase não comer carne vermelha, comi um bocadinho), doce, mel, morango e limonada.Ainda não estou na fase (...)
Ter | 16.05.17

Nunca pensei que alguma vez na vida fosse fazer um post destes

Purpurina
Mas fiz, com a colaboração de alguns queridos (e queridas) colegas de trabalho que tiraram parte da sua hora de almoço para me tirarem umas fotos (quem tem colegas assim tem quase tudo).Ora cá está uma sugestão de outfit. Atenção que isto só resulta se os ténis forem bem velhos e gastos como os meus (not).     Inspirei-me neste blogue de que gosto muito.
Sab | 06.05.17

Há quem coma pizza todos os fins de semana

Purpurina
    Nós comemos panquecas.Nunca soube fazer panquecas na frigideira (saem sempre tortas, espatifadas, queimadas, cruas... enfim, tudo menos boas).Já o Milton, parece um especialista. Ficam perfeitas: com uma massa super fofa e muito saborosas.De modo que, ao fim de semana, temos comido panquecas ao almoço.No fim de semana passado fizemos estas de beterraba e, neste fim de semana, (...)
Sex | 05.05.17

O nosso fim de semana em imagens #4

Purpurina
O sábado foi dia de compras, com muita calma, de tratar da roupa, e de ficar por casa com as miúdas. Foi um dia bem tranquilo. Fizemos bonecos com rolos de papel de cozinha, palitos de gelado coloridos e restos de materiais que tinha por casa. A Lara adora esta atividade e eu também me divirto bastante. À noite adiantei algumas coisas para o jantar do dia seguinte com amigos nossos. Do domingo fomos ao "No Andar de Cima
Ter | 25.04.17

Dicas de felicidade #5

Purpurina
Ser um facilitador   Depois de ser mãe, e depois de ler livros sobre "isto de ser mãe" (principalmente os do pediatra Mário Cordeiro), creio que passei a mudar coisas na minha forma de estar que se refletiram em todas as áreas da minha vida.   Isto de que vos falo hoje é, talvez uma das que mais positivamente tem afetado a minha vida.   Há uns anos atrás, a minha postura nem sempre era a mais facilitadora, fosse no trabalho, na minha vida pessoal ou mesmo nas coisas mais (...)
Seg | 24.04.17

Imagens do nosso fim de semana

Purpurina
Finalmente vestimos todos roupas de verão.   E, nunca como antes, posso dizer que gosto mesmo do verão, estava cheia de saudades do tempo quente, de vestir apenas roupa fresca, de sentir a água do mar nos pés (sim porque, não me aventuro muito mais antes de chegar a julho), de ficar numa esplanada a observar o mar e a conversar. Com as miúdas, aprendi a apreciar ainda mais o verão. A Lara adora praia, adora água, brincar e correr na areia. A Maria, para já, não parece apreciar (...)
Sab | 22.04.17

Como e porque comecei a alterar a minha alimentação

Purpurina
  Comecei a mudar a minha alimentação há alguns anos e devido a uma série de fatores (nem todos positivos e acertados). Lembro-me de haver uma altura da minha vida (no secundário e nos primeiros anos de universidade) em que comia bifes com batatas fritas, hambúrgueres e doces, quase todos os dias. Nos picos da juventude (e loucura) chegava a comer um hambúrguer, cheio de molhos, com coca-cola, ao pequeno-almoço. Depois, lá pelos 21 anos, decidi que queria ser mais magra. Ficava (...)
Qua | 19.04.17

Acho que descobri a minha "cena"

Purpurina
    A minha "cena" nunca foi desporto. Tudo o que seja massacrar o corpo fazendo algo que, aparentemente, não tem utilidade imediata é algo que não me apraz.   Claro que existe também  a parte lúdica do desporto mas, para mim, ela nunca existiu. Não gosto de praticar desporto e pronto. Não gosto, não sei porquê. Nunca gostei das aulas de educação física e sempre que tentei frequentar um ginásio acabei por desistir. Aquilo não me dizia absolutamente nada.   Há umas (...)
Qua | 12.04.17

Os únicos sapatos de salto alto que uso

Purpurina
    Parecem uns ténis por dentro. São extremamente confortáveis, são simples mas bonitos, pretos, de pele, e estão reservados para todas as ocasiões especiais a que vou. Só uso esses e nenhuns outros. Tenho vários sapatos de salto alto (que comprei há anos quando ainda achava que era capaz de os usar) mas, eventualmente, tenho que lhes "dar descaminho" porque, cá em casa, só estão a ocupar espaço.   Desde que me acostumei a andar de ténis que não quero outra coisa. (...)